São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

Quem achou um animal abandonado e quer ajudar de verdade pode fazer o seguinte:

1.Verificar o animal se está com sarna, outras parasitas ou ferimentos. A sarna não é uma doença, são parasitas pequenas dentro da pele. O tratamento é geralmente barato e rápido e pode ser resolvido com banhos ou injeções. Quem não sabe como, deveria procurar um veterinário. Ferimentos geralmente também devem ser mostrados a um profissional.

2. Mandar castrar o animal, principalmente no caso de uma fêmea. O Projeto Pro-Animal ajuda na região de Porto Alegre com vale-castração para pessoas que não podem pagar este tipo de cirurgia. (Alexandra (51) 99 42 22 47)

3. Procurar um lar temporário onde o animal pode ficar até a adoção. Estes lares geralmente querem que o tratamento seja pago. Existem famílias humildes que gostam muito de animais e cuidam bem, mas não podem arcar com a alimentação. O Projeto Pro-Animal pode abrigar animais por um determinado tempo, deste que o tratamento seja pago com antecedência e a pessoa fique responsável pelo animal até a doação.

4. Procurar um lar definitivo. Procura por famílias adequadas que adotam animais sem raça. Use a sua criatividade, faça cartazes, anúncios em jornais e n o rádio, fale com todas as pessoas que você conhece. Uma delas conhece uma pessoa que quer adotar este animal.

Ninguém pode fazer tudo, mas cada um pode fazer a sua parte. Sem possibilidades de ajudar ou totalmente inválido é somente quem quer. Com boa vontade e criatividade cada um pode fazer milagres, seja para si mesmo, seja para outras pessoas ou seja para animais em apuros!

Mentiras e verdades sobre castrações

Não podemos proteger um animal melhor de todos os males de que evitando seu nascimento!

Talvez um cão abandonado -

que não foi aceito num abrigo superlotado?