São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

Home > seu cão > raças > o lobo

Primeiro foi o lobo.

Os nossos cães têm como bisavô o lobo. Alguns cães atacam pessoas, os lobos não! Quem acredita no "Lobo Mau" pode acreditar também em chapeuzinho vermelho e nos três porquinhos. Nos últimos anos foi provado por muitos cientistas do mundo inteiro que as histórias do "Lobo Mau" foram inventadas.

Podemos imaginar que um dia um homem peludo achou um filhotinho de um lobo e o levou para casa, talvez pensando em matá-lo mais tarde para enriquecer a refeição da tribo. Mas mulheres e crianças mimaram este bichinho, que acabou crescendo, e mais tarde defendeu a caverna dos animais selvagens. Assim ele escapou da panela.

Outros antepassados acharam um lobinho e descobriram que ele podia ajudar a caçar os animais que serviam para sua alimentação. E assim começou a criação dos cães. Muito mais tarde foram criadas várias raças, conforme as necessidades dos homens. "Quer comer? - Vá trabalhar!" Esta lei passou a valer para humanos e caninos. Os cães todos tinham profissões para as quais foram criados e sustentados.

O lobo é um animal tímido, que caça galinhas, ovelhas, vacas e cavalos, mas que nunca atacou um ser humano, a não ser em legítima defesa. O lobo não chega perto dos humanos. Antes disso ele põe o rabo entre as pernas e foge! O lobo habita o hemisfério norte.

O lobo-guará não é um lobo! Ele não caça correndo. O lobo-guará é uma espécie de raposa que come animais menores, como galinhas, sapos etc. Ele tem as pernas longas para olhar por cima do capim alto dos campos onde vive. Mas dizem que ele é perigoso, e muitas pessoas acreditam que a sua pata traz sorte. Para ele com certeza não, pois este animal maravilhoso e elegante está em extinção!