São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

Home > seu cão > problemas > latidos

Latidos (Desocupação, medo, solidão)

Os lobinhos latem para alertar sobre algum perigo que está próximo de suas tocas. O lobo adulto não late. Latir, então, é um comportamento infantil do cão. Como a agressão (tanto ao canino quanto ao humano!) é uma expressão da incapacidade de lidar com uma certa situação, assim o latido também o é!

Existem cães que latem muito, outros menos, depende da raça e das circunstâncias. Os cães que mais latem são os que ficam longe do responsável, os desocupados ou os medrosos. O comando "quieto" deve ser dado quando o cão late à toa. Mas cuidado porque às vezes ele late por um bom motivo!

Para o cão que late à toa, colocamos uma coleira à qual prendemos uma corda de nylon bem comprida, arrastando. Quando o cão começa a latir podemos imobilizar o barulhento através da corda e repreendê-lo para valer, olhando em seus olhos. O importante é o susto dele!

Mas alguns cães latem realmente para se divertir. Algumas pessoas não gostam disso. Temos um bando de Collies "tagarelas" em casa. Neste caso, somente uma coisa adianta: O "acidente". Escolhemos um dia quente e um lugar onde o cão não possa nos cheirar nem ver. Agora esperamos ele latir sem motivo e, pimba! - um copo de água esfria o barulhento. Duas ou três vezes em horários diferentes, fazem milagres.