São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

Home > seu cão > problemas > agressividade contra pessoas

Agressividade contra pessoas

A origem da agressividade pode ser procurada na frustração, na dor ou, o caso mais comum, no medo!!! O cão "muito bravo", orgulho de muitos homens, geralmente é uma pobre criatura. Vive amarrado ou trancado num canil, é medroso por ter ficado sozinho por longos períodos e corre quando tem de enfrentar um ladrão de verdade.

Será que alguém tratou o nosso cão com brutalidade?

Algumas pessoas acham que tirar a comida, bater, deixar o cão num canil pequeno ou amarrá-lo numa corrente curta podem fazer do cão um animal feroz. Pode ser, ele pode ficar até tão "feroz" que o próprio responsável tenha medo de abrir o canil!

"Meu cão não gosta de negros" - será? Existem cães que não gostam de brancos. Por quê? Muitas vezes, o responsável não gosta de um certo tipo de pessoas. O cão sente isso e cria uma aversão contra estas pessoas. Minha cadela sabe muito bem quem são os nossos amigos. Eles podem entrar na casa e fazer o que quiserem, mesmo chegando pela primeira vez. Outras visitas ela trata com muita desconfiança, sempre pronta para nos defender.

A agressividade pode resultar de um "adestramento" errado. Existem "adestradores" que somente trabalham na base da agressividade. Cuidado!

Será que o nosso cãozinho se sente o dono do mundo? Então ele é um animal "alpha", que significa chefe da matilha.

Será que crianças jogaram pedras ou maltrataram o cão?

Será que o nosso bichinho está mimado demais?

Será que o nosso bichinho nasceu em qualquer quintal, sem acasalamento planejado e com dois animais não escolhidos pelo temperamento? Muitos fazem da "cruza" algo do tipo: "meu cunhado tem um macho e nós temos uma fêmea". Infelizmente muitas pessoas aumentam o número de cães deste jeito, nunca para o bem dos animais, sempre para o bem dos seus bolsos.

De qualquer forma, a agressividade é um dos maiores problemas na educação de um cão e deve ser evitada a todo custo. Devemos prestar atenção na escolha do cão, nos primeiros passos dele dentro da nossa casa e no convívio com ele. Se nada adiantar, procure um adestrador experiente. Jamais tente controlar a agressividade com brutalidade.