São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

Home > seu cão > educação > coleira



Coleira e guia

Pode ser aprendido a partir do segundo dia em nossa casa.

No máximo com três meses de idade ele pode se acostumar a andar com coleira. Escolhemos uma coleira leve e barata, pois ele ainda vai crescer. Entre pescoço e coleira devem caber mais ou menos dois dedos. Primeiro ele não vai gostar e tentará se livrar dela. Mas nós vamos elogiar e dar alguns petiscos. Ele vai ficar com a coleira algum tempo e poderá brincar. Existem cães com uma forte aversão a coleiras (principalmente machinhos). Inicialmente eles ficam poucos minutos com coleira, outros filhotes podem ficar mais tempo.

Acostumado com a coleira, vamos colocar uma guia leve com mosqueteiro pequeno que o bichinho arrasta. Mais uma vez festa e petiscos. Quando nós pegamos a guia na mão, inicialmente não puxamos, de jeito nenhum. Logo podemos suavemente mostrar para onde vai o caminho, sempre elogiando. Com muita paciência podemos fazer da guia um tipo de cordão umbilical com que o nosso amigo se sente mais avaliado e forte. Na verdade, muitos cães somente ataquem na guia com o sentimento de atacar a dois ao mesmo tempo, "eu e meu amigo humano".

Lógico que nós não vamos permitir que crianças puxem a guia de lá para cá e esta pobre criatura seja arrastada. Também jamais vamos colocar uma coleira de espinhos em nosso amigo. No treinamento podemos usar uma coleira folgada de metal, o "enforcador", e uma guia de quatro a dez metros. Nós usamos cordas de nylon com mosqueteiro.