São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil

A adoção de animais - preconceitos e verdades

Muitos animais esperam por uma família nova. Mas infelizmente existem muitas crenças e preconceitos ao redor do animal de um abrigo. O que é certo e o que é errado?

1: Animais adultos não se adaptam no novo ambiente.

Errado - ao redor da nossa casa vivem vários animais bem adaptados que entraram com mais de cinco, um com mais de dez anos no Projeto.

2: Animais adultos têm um cárater pronto e difícil.

Parcialmente certo - Um cão com na média de dois anos está "pronto". A educação exige mais paciência e amor, mas não é impossível. Mas quem diz, que um cão "pronto" é um cão ruim?

3: Animais de um abrigo transmittem doenças.

Depende do abrigo - existem abrigos mal administrados onde os animais não têm nem a mínima higiêne nem comida. É aconselhável, olhar como é mantido o abrigo e levar o animal escolhido para um veterinário.

4: Animais sem raça são feios.

Depende do seu gosto! Existem tantas raças diferentes, que é impossível para uma única pessoa chamar todos de bonito. Existem inúmeros vira-latas irresistíveis e bonitos. Alguém disse uma vez: "Bonito é tudo que olhamos com amor". E os nossos filhos são os mais bonitos do mundo, não é?

5: Animais da rua são incalculáveis.

Cães de raça podem apresentar problemas sérios por causa de cruzas inadequadas. Lembramos por exemplo da agressividade genêtica de alguns Cocker Spaniel (somente pretos e marrons) ou Rottweiler neuróticos, criados em massa nos fundos dos quintais sem o mínimo de conhecimento sobre temperamentos e genêtica.


Achei um animal na rua - O que fazer?